Follow by Email

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Sobre se esconder - "Alguém"

Olá, pessoal!

Hoje decidi postar um texto antigo, acho que de 2009, e que trata simplesmente de segredos. Acredito que qualquer um de nós encontra satisfações nas coisas que decide fazer, independente se elas nos farão bem ou não. E se esconder do mundo, até de si, é uma perda de tempo, ainda que, de alguma maneira, isso se torne viciante. É justo este vício que tento retratar em "Alguém". Alguém que se perde de si; torna-se apenas "alguém".

Alguém


Certas coisas jamais serão vistas
Não estarão prescritas em sua testa,
Como se fossem uma bula,
Capaz de alertar sobre
As curas e perigos
De sua natureza colateral...
Sim,
Minha criança,
É natural

Certas coisas exigem
Uma hipocondríase tremenda
Para serem notadas,
E delas tiramos
As lições mais sagradas
Deus quem as povoa,
Sem o cinismo
De fingir ser
Uma pessoa menos datada

Somos todos pessoas datadas

E eu acredito
Naquilo que é visto,
No que é perdido,
E em coisas que nunca
Se permitirão
Encontrar um caminho
Não importa se a culpa
É minha ou deles,
Mas todo o segredo
Tem um charme decisivo
Para mantê-los
Consigo

Por isso guardamos
Até omitimos
Segredos são intensos
Demais
Para não querê-los
Consigo

(Comigo)

Consigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário